3 lições que aprendi com as minhas séries dos anos 2000

by

Se a minha vida fosse igual as séries dos anos 2000, haja temporada do amor 💛

 

Eu fiquei devendo três lições que aprendi com algumas das minhas séries favoritas dos anos dois mil. Se quiser ver da oitenta e noventa é só clicar nas décadas aí.

Acredite, não foi fácil escolher apenas 3 séries, porque nessa época eu estava saindo da minha infância e entrando na adolescência.

Naquela década estrearam alguns amores eternos, com conflitos, frustrações e sentimentos dos quais me identifiquei como adolescente.

 

Acho digno você pensar na possibilidade de fazer uma maratona com alguns episódios dessas séries, porque o amor é intenso 😍

  

Gilmore Girls (2000-2007)

É inevitável não falar em Gilmore Girls sem imaginar três coisas: café, Stars Hollow e Where You Lead.

A série abordava a rotina, e principalmente a relação entre a mãe solteira Lorelai Gilmore com a sua filha adolescente Lorelai Gilmore.

A lição que aprendi, entre milhares durante as temporadas, foi como é importante você ser amiga da sua mãe. Ter em mente que ela é a sua melhor amiga e vice e versa.

Aliás, vale a pena mencionar o quanto é verídico que a chance de você ser muito parecida com a sua mãe é de 90% “para mais ou para menos”.

O seriado mostrava também o outro lado: quando mãe e filha não se entendem e não compartilham a vida uma com a outra e o resultado disso. Muitas brigas, mentiras e mágoas.

Mesmo elas convivendo muito juntas, uma não “invadia” o espaço da outra e isso também era muito legal.

Ainda bem que também tive uma relação tipo “tal mãe, tal filha” com a minha mamãe. E assistimos a 1° temporada da série juntas no sofá 💕

 

Canta comigo: “Where you lead, I will follow” ✨

 

Smallville (2001-2011)

Ai, durante seis anos eu cantarolei “Save Me” junto com a minha mãe na abertura de Smallville.

Pois é, eu não cheguei a assistir a série completa, porque teve uma época que o SBT parou de exibir, e depois de alguns anos quando fui acompanhar na Warner não curti muito o rumo que a série tomou.

Mas mesmo assim foi uma das séries que mais marcaram a minha adolescência, porque eu assistia todo o domingo antes de almoçar.

O seriado contou a trajetória de Clark Kent na adolescência, antes de virar o Super-Homem, e depois como jornalista e super-herói nas horas vagas.

A lição que aprendi com o seriado foi que todo mundo tem uma fraqueza, o famoso calcanhar de Aquiles, sabe? Não importa se é rico, como Lex Luthor, popular, como Lana Lang ou de aço, como Clark Kent.

 

Canta comigo: Somebody save me” ✨

 

Supernatural (2005- atualmente no ar, glorifica os irmãos Winchester!)

AAAAH, será mesmo que preciso dizer que a série Supernatural é a minha favorita? Eu acho que sim.

Eu sou a prova que amor verdadeiro de uma adolescente de 17 aninhos por uma série pode durar todas as temporadas que Eric Kripke quiser.

O seriado aborda a rotina dos irmãos Sam e Dean Winchester de “salvar pessoas, caçar coisas, o negócio da família”.

Entre essas coisas estão: demônios, fantasmas, monstros, anjos e até mesmo o tio Lu, também conhecido como Lúcifer.

A lição que aprendo um pouco a cada episódio é que a família, seja ela de sangue ou angelical, é o seu alicerce e a sua fraqueza ao mesmo tempo. Por coincidência, mais um seriado, o favorito dela, que assistia sempre com a minha mãe.

 

Conta comigo: “Carry on my wayward son” ✨

 

Apesar de ser apenas três séries, posso colocar The O.C na lista também. E aí, temos algum amor em comum? Conta para mim.

 

Lições, Séries e Anos 2000. Tudo isso É Muito Supimpa Girl!

1
Comentários
  • Lettícia Gabriella Carvalho de Oliveira
    outubro 25, 2017

    As últimas duas séries me definem MUITO! Eu cantava a abertura todo episódio, não perdia nenhum e ficava super chateada pois minhas amigas não gostavam. Clark foi meu primeiro amor no mundo dos super heróis, e até hoje tem um espaço especial no meu coração <3 Mas assim como você eu não vi até o final por conta dos rumos que ela tomou e eu não curti (e foi assim com várias outras). Mas é aquela série que marca a adolescência, então não tem jeito hahaha Já Supernatural estamos aí firmes e fortes até hoje, esperando o ano de 2030, quando as duas únicas séries no ar serão ela e Grey's Anatomy hahaha Um beijo!

  • Eva Camargo
    outubro 25, 2017

    Com certeza temos: SUPERNATURAL.
    Eu sou apaixonada por essa série, ela me encanta até os ossos! hahahaha As outras também fizeram parte de mim, junto com os clássicos que passavam na época, como Um Maluco no Pedaço, Eu, a patroa e as crianças… haha SAUDADES! Essas séries são amorzinho demais <3
    Aprendi com Supernatural que não importa o quão doloroso seja, família em primeiro lugar sempre. É sempre ela que estará lá no final para extourar a cabeça de algum demônio.

  • Ayla Nunes
    outubro 26, 2017

    Aaaah! Que post maravilhoso♡ Amoo Supernatural, assisto até hoje e não consigo desgrudar♡ Ameei demais seu blog!! Você é muito linda♡

  • Priscila
    outubro 26, 2017

    Ah, nunca vi Gilmore Girls. Smallville eu assisti picado, mas lembro que adorava ^^
    OC eu nao gostava (sorry), mas a musica me marcou muito!
    Bjs flooor

    http://cariocadointerior.com.br/

  • Kamylla
    outubro 26, 2017

    Nossa, Smallville marca uma parte muito importante da minha vida, tanto que quando a série terminou eu chorei de emoção AHHA que saudades. não só das séries, mas da época em si. quando você demorava 2 dias para baixar um episódio ou tinha que ver no domingão no SBT HAHA

    vidaemserie.com

  • Aline Amorim
    outubro 26, 2017

    Olá!!!
    Eu assisti poucos episódios de Gilmore Girls quando era adolescente, mas quando a Netflix ia lançar revival eu assisti a série toda e amei! É muito legal ver a relação de mãe e filha cheia de cumplicidade.
    Eu também assistia Smallville domingo antes do almoço, juntamente com The O.C. e One Tree Hill! Mas depois que o SBT parou de transmitir Smallville eu parei de assistir. Foi por causa dessas três séries que adquiri o hábito de acompanhar séries.
    Supernatural eu assistia muito com a minha irmã, comendo bolachas com patê. Era um momento muito legal. Mas hoje em dia não assisto mais, parei na 7ª temporada.
    Amei esse post! ♥ Beijos

  • carol sena
    outubro 28, 2017

    GG é maravilhosa mesmo, e toda vez que vejo me da uma saudade da minha mãe, amo isso, ser amiga da mãe , entender uma a outra, a relação delas ´linda

    Blog Entre Ver e Viver

  • Rayanne Buchweitz
    outubro 28, 2017

    Smallville eu também assistia todo domingo antes do almoço hahaha To com MUITA vontade de assistir Gilmore Girls mas ando me enrolando um montão por ter muitos episódios, acho muito legal todo esse tema de mãe e filha em uma amizade bem legalzona, quase queria forçar minha mãe a assistir hahahaha To muito feliz com a sua volta moça <3 beijo!

O que você acha?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *