Projeto “12 Filmes em 1 Ano”: 3#: De Repente 30

by

De Repente 30 é aquele tipo de filme que todo mundo ama, sério 

 

É, eu sei que estou mais do que atrasada com o meu projeto “12 Filmes em 1 Ano, mas escolhi um amor em forma de filme para compensar.

“A gente não pode ter a casa dos sonhos, mas podemos chegar perto” Matt Flamhaff 

Não é exagero nenhum dizer que esse é o filme da década de 2000 mais assistindo por mim.

Mas eu confesso que não tenho certeza como eu o conheci, mas acredito que eu tenha alugado esse filme. Socorro, estou falando de locadoras!

De Repente 30 aborda a força de um pedido de aniversário. Além do famoso “nem sempre o que desejamos é o melhor para nós”.

Aliás, isso faz parte da lição mais importante que o filme trouxe para mim: Não queria ter a vida dos outros, faça a sua valer a pena.

É claro que isso não é uma exceção, mas na maioria das vezes nos esquecemos de dar valor aquilo que está diante de nós.

“Eu quero ter 30 anos. Ter 30 anos, namorar e ser bem-sucedida”. 

Jenna Rink é a prova fictícia que o conselho da minha mãe é a mais pura verdade: “Tudo tem o tempo certo de acontecer”.

É clichê, mas a vida real é cheia de coisas clichês se pararmos para pensar. Sim, as escolhas do presente afetam o nosso futuro.

Outra coisa muito legal que “De Repente 30” transmite é que segunda chance é real e que todos nós temos o poder de recomeçar. É só acreditar!

A trilha sonora me inspira, porque músicas como “Crazy for You”, “Vienna” e “Why Can’t I? ” possuem letras que falam por mim.

Mas a lição essencial que pude tirar desse filme é que a gente é quem comanda a nossa casa dos sonhos.

Love is a Battlefield!

 

Projeto, De Repente 30 e Anos 2000. Tudo isso É Muito Supimpa Girl!

*Não autorizo outras blogueiras realizarem esse projeto. Pela mor, vamos respeitar a blogosfera      

Precisamos falar sobre o que achei do live-action da Disney “A Bela e a Fera”

by

Finalmente, eu assisti ao live-action da Disney mais esperado por mim 

 

Não é exagero nenhum dizer que eu estava esperando pelo lançamento desse filme desde 2015. Sim, eu tenho provas, basta olhar aqui.

Sem mais de longas, aí vai o que eu achei sobre o live-action “A Bela e a Fera”: um verdadeiro espetáculo lacrador!

Acho digno você saber que aqui é spoiler free, então se ainda não assistiu ao clássico pode ler sem medo 

Eu fiquei extremamente feliz com essa adaptação, porque de todos os live-actions feitos pela Disney até agora, esse foi o que mais lembrou a animação original.

Foi como se eu estivesse assistindo ao filme pela primeira vez, lá em meados de 1994. Aliás, vale mencionar que eu assisti sorrindo o tempo todo.

O que dizer sobre os personagens? Apenas, socorro! Sério, o melhor elenco que os fãs de “A Bela e a Fera” poderiam ter.

A atriz Emma Watson realmente parecia ser a nossa Bela, mas numa versão ainda mais valente e impetuosa.

Já o Dan Stevens ficou IDÊNTIDO ao personagem no final do filme. Aliás, ele conseguiu reproduzir o olhar doce da Fera olhando para a Bela o tempo todo. Lindo demais!

Eu já amava o Luke Evans, mas depois do Gaston o amor só cresceu. Ele representou o vilão mais babaca do mundo com maestria.

Não estou sabendo lidar até agora com genialidade maravilhosa do LeFou de Josh Gad! Com certeza, o melhor personagem coadjuvante desse live-action.

Ele teve um papel muito importante para representatividade LGBT e como ela foi inserida com magnitude pela Disney 

Não posso deixar o incrível Kevin Kline de fora! O velho louco Maurice está fofo, apaixonado, corajoso e cômico. Sim, corajoso!

Eu fiquei apreensiva o tempo todo a respeito os personagens do castelo. Afinal de contas, são meus favoritos depois do casal.

Mas o resultado ficou exatamente como eu esperava! O destaque do amor fica para Lumière, Madame Samovar e Zip.

Sobre as cenas musicais originais, só elogios infinitos é o que eu posso dizer. Parecia que eu estava vendo o desenho, sério.

Favoritas: “Belle”, “Gaston” e “Beauty and the Beast. É, a última música é da cena da dança que me fez chorar DE NOVO assim que a Emma apareceu com o vestido amarelo 

 

Não, não vá achando que o filme supera o original, porque isso é impossível. Veja o live-action de “A Bela e a Fera” como uma linda homenagem a um dos contos mais apaixonantes da Disney. E aí, você já assistiu? Conta para mim.

Disney, Live-action e A Bela e a Fera. Tudo isso É muito Supimpa Girl!

A notícia do amor é que o blog Supimpa Girl está completando 5 anos hoje

by

Parece que o foi ontem que escrevi o primeiro post do blog Supimpa Girl, sério 

 

Era uma manhã chuvosa de outono, quando resolvi colocar em prática o conselho que um amigo muito querido me deu.

Sim, o blog Supimpa Girl nasceu no dia 28 de março de 2012 como quem não quer nada, mas que me trouxe tanta coisa que nem sei por onde começar. Mentira, sei sim!

Um dos sentimentos mais legais que sinto com o blog é o carinho das minhas leitoras e leitores. Aliás, não é exagero nenhum dizer que muitas delas viraram amigas especiais.

Elas sempre incentivam com palavras de carinho, compartilham os meus posts, agradecem por lembrar do nome daquela música… 

Sem elas não teria sentido nenhum escrever diariamente aqui, então obrigada, muito obrigada pelo amor diário que vocês me proporcionam.

Outra coisa que o blog trouxe para mim foi o carinho das minhas blogueiras do coração que marcam presença aqui.

Muitas delas também já considero amigas especiais! Obrigada pelos comentários que me fazem querer escrever mais e mais.

Ainda existe amor na blogosfera e eu sou a prova viva de que ele existe 

Pensando em todo esse amor, eu criei um espaço lá na página para que pudessem escrever o que sentem pela Supimpa Girl durante o mês de março e selecionei alguns deles aqui:

 

APENAS O MELHOR BLOG OITENTISTA/NOVENTISTA/CLÁSSICO/GÓTICO SUAVE/GLAMOUROSO. Que venham muitos anos de Supimpa Girl, minha gêmea de gosto e signo. ”  Ludmilla Neres (leitora amor que já considero amiga do blog “Eu, Ludmilla”)

“Essa página me representa. Não só falo “supimpa”, como tem o que eu gosto de ver e faria/teria o mesmo conteúdo se moderasse uma. Parabéns (e obrigada) pelo bom gosto das postagens. “ May Cardone (leitora)

“Babe linda e maravilhosa que eu fico muito feliz de ter conhecido nessa blogosfera! Continue sendo essa princesa-unicórnio-colorido que você é! ” Jade Amorim (raposinha que já considero amiga do blog “Jade Amorim”)

“O que poderia dizer? E tão bom depois de um dia cansativo ver as coisas que fizeram parte da infância/adolescência no blog, além de ter tido a oportunidade de conhecer melhor a adm mais sereia unicórnio-fofa do planeta. Parabéns e que venham muito mais! ”  Juliana Rovere (leitora e amiga fofa do blogCoisas da Juu”)  

“O que eu posso dizer é… O blog me representa e que a casa post faz o meu amor aumentar mais e me trouxe uma das amizades mais lindas que eu já tive/tenho. Amo a dedicação, autenticidade, temática…. Tudo. E desejo que ele cresça mais e mais. ”  Laila Cajado (leitora que virou amiga e agora mana)  

Os recadinhos do amor continuam também no Instagram, onde postei essa foto comemorando o dia de hoje. Aliás, se não você me segue ainda, socorro, hein?

Vale lembrar que conheci muita gente linda por lá, pela mor! Cada dia é uma pessoa nova e fofinha para chamar de minha    

 “Parabéns sua linda! Você é incrível e teu blog é a coisinha mais amorosa e maravilhosa que já vi. Todo o sucesso do mundo, porque você merece”. Beatriz Moraes (amiga cinéfila fofa e leitora)

“Ai que amorzinho!! Parabéns por todos os anos de blog. ” Laura Brand (coisa linda que o Instagram me deu).

“Eikeee é o blog mais sweet dreams que você respeita. Parabéns, sua maravilhosa. “ Thais Keiko (amiga, princesa Mulan da minha vida)

“Parabéns lindona, muito sucesso sempre! ” Pamela Moraes (leitora doce como um doce)

“5 ANOS! AAA parabéns miga! Você é maravilhosannnnn” Isabelle Lima (miga vintage do blogLetras e Costuras)

“Ahh me lembro como se fosse hoje eu no Google filmes antigos para assistir à tarde? Kkk olha as pesquisas dá menina. Ai, foi amor à primeira vista comecei a ler e pensei meu, essa menina precisa ter Instagram achei e o resultado só amor hoje considero amigaaaa amoo já”.  Jennifer Laura (leitora fofa demais que já considero amiga)

 

Depois de tanta paixão, só posso falar que em breve o blog vai trazer novidades em comemoração ao aniversário. Mas já adianto duas coisas:

Vai ter + post comemorativo;

Playlist em ritmo de festa!

Muita obrigada por fazerem parte desses cinco anos de muito amor.

Beijos com gostinho de brigadeiro da sua Supimpa Girl! 

Tudo que precisa saber sobre os novos live-actions da Disney: Parte I

by

Confesso que já não sei viver sem um live-action da Disney para chamar de meu, sério 

Para a minha imensa alegria, os estúdios de Hollywood estão investindo cada vez mais em criar versões humanas de clássicos que marcaram a nossa infância.

Sim, já existe uma fila com os próximos clássicos que terão uma versão live-action nos cinemas    

Pensando nisso, eu resolvi fazer uma lista com novidades sobre os próximos clássicos Disney que vão ganhar uma nova versão em breve. Are you ready?

 

O Rei Leão

Não faz muito tempo que comentei aqui algumas novidades sobre o filme, mas vale mencionar que ele deve ser o próximo live-action da Disney.

Reza a lenda que as filmagens começarão em maio, em Los Angeles. A nova versão do clássico tem data de estreia para 2018.

 

Mulan

Antes de mais nada, preciso reforçar que a nossa guerreira vai ganhar dois live-actions! Por enquanto, não achei novas informações além das já ditas aqui sobre a versão da Sony.

No fim da semana passada, a Disney contou algumas novidades sobre o live-action:

A direção ficará nas mãos de Niki Caro e a previsão de estreia também, socorro! Está marcada para novembro de 2018;

Agora vem a parte que ninguém esperava! A diretora disse que não haverá músicas no filme. Tipo, WHAT A HELL?

Sim, até onde eu sei não teremos músicas agora, para o horror dos meus filhos“, afirmou Niki.

Para a nossa alegria, Sean Bailey (presidente da Disney Motion Picture Production) promete que a história será mais empoderadora!

Mulan é, com certeza, uma história de empoderamento feminino, mas podemos adicionar algo novo, deixá-lo mais muscular, forte, com um toque de Ridley Scott. ”

 

Aladdin

O ano passado, a Disney anunciou que vamos ter uma versão live-action do casal mais amor das arábias.

O cineasta Guy Ritchie vai dirigir o filme e já está com a ideia de criar um musical superenergético. SOCORRO, JÁ QUERO!

“Minhas histórias são sobre malandros de rua. É isso que sei fazer. E o Aladdin é um clássico malandro que faz o bem”.

O roteiro ficará nas mãos de John August e ele pretende manter os elementos musicais da animação de 1992.

Outra coisa muito legal sobre o filme é que os estúdios estão em busca de atores que tenham ascendência árabe. PELA MOR, ERA O MÍNIMO, QUERIDOS!

No início do mês foi divulgado no Twitter um comunicado para as audições dos protagonistas, Jasmine e Aladdin.

De acordo com o site, Project Casting, a Disney queria atores entre 18 e 25 anos, que consigam cantar e tenham habilidades de dança.

Os ensaios começam em abril e as filmagens vão acontecer em julho de 2017 a janeiro de 2018, no Reino Unido. Sim, pode rolar Oriente Médio também!

Ufa, vou deixar você respirar um pouco depois de tanta informação do amor. Aliás, acho melhor você abastecer o seu estoque de arco-íris. E aí, o que achou? Conta para mim.

 

Já digno você saber que essa foi apenas a primeira parte e semana que vem tem mais 

 

Disney, Live-Action e Filmes. Tudo isso É Muito Supimpa Girl!

Playlist com 15 músicas que eu escutava todos os dias nos anos 2000

by

Os anos 2000 foi a época que o rock me definiu de vez, mas sem deixar o pop 

 

Eu resolvi juntar o meu vício saudável pela música e também pela década dos anos 2000 em uma só playlist. Só para começar a semana com muito amor de diferentes décadas.

Acho digno reforçar que essa playlist definiu boa parte da minha vida 

Para você entender melhor como eu me sinto quando escuto essas canções aí vai o exemplo do amor: “Sabe aquela música que quando escuta já remete all star, meia de listras e cinto de rebite? ” Pois bem, é isso!

São 15 músicas que fazem exatamente isso comigo e vão trazer esse sentimento para você: “Avril Lavigne”, “Green Day” e “My Chemical Romance” são alguns dos artistas.

Eu escolhi algumas músicas que foram hits da época, mas também tem outras que só os fãs conhecem 

Mas a playlist também serve se você curte conhecer novos vícios, escutar músicas antigas ou simplesmente ama os anos 2000. Agora vem ouvir todo esse love lá no Spotify e aproveita para me seguir também. E aí, o que achou da playlist? Conta para mim.

 

Playlist, Anos 2000 e Adolescência. Tudo isso É Muito Supimpa Girl!