Stranger Things ganha nova coleção de Funko Pop e Pelúcias

by

Stranger Things e Funko Pop é a melhor parceira do mundo, não é verdade? 💜

 

A empresa divulgou uma nova coleção dentro da linha Pop!Television com Eleven, Joyce e novos personagens da série “Stranger Things”. A lacração do amor é que os pops ficaram impossíveis de não quer colecionar, sabe?

Acho digno você respirar fundo e ouvir um pouco The Clash antes de ver esses amores em forma de Funko Pop 😍

Eleven aparece mais uma vez comilona, só que agora, com a mão cheia de batata frita. Deu até vontade de leva-la para a lanchonete!

O que dizer da Nancy com a roupinha idêntica de quando ela sai disposta a encontrar Barb?

Já o Jonathan vem com uma câmera na mão e o cabelo igualzinho o do seu personagem, socorro!

Joyce mais uma vez virou pop, mas aparece com o figurino que usou para achar o Will no Mundo Inverto.

O xerife Jim Hopper ganhou duas versões: uma com o uniforme, café e dontut e outra com a mesma roupa da Joyce. Por último, o estranho Dr. Martin Brenner também virou pop!

Socorro e calma, pois ainda não acabei com as novidades maravilhosas! “Should I Stay or Should I…” 💓

  

Não satisfeitos em acabar com os nossos cofrinhos, eles anunciaram também a coleção Supercute Plush com os principais personagens da série., Sim, são pelúcias.

Will, Lucas, Mike, Eleven, Barb, Dustin e Dumbledore viraram coisas fofas de apertar, pela mor.

De acordo com a publicação, as pelúcias vão chegar lá nos Estados Unidos esse mês e os pops em agosto.

Eu ainda não consegui comprar nenhum colecionável de Stranger Things e já estou nervosa aqui com tanta lindeza nova a caminho. E aí, o que achou das coleções? Conta para mim.

 

Funko Pop, Stranger Things e Coleções. Tudo isso É Muito Supimpa Girl!

Playlist com 15 músicas do grunge para ouvir com saia xadrez

by

Hoje é dia de conhecer na playlist grunge as bandas que não vivo sem 💜

 

Eu resolvi juntar o meu vício saudável pela música e também pelo estilo grunge em uma só playlist. Só para começar a sexta com muito amor de diferentes décadas.

 

Agora é a hora de tirar do guarda-roupa aquela roupa detonada bem anos noventa para ouvir essa playlist do amor aqui 👽  

 

Para você entender melhor como eu sinto quando escuto essa música aí vai o exemplo do amor: “Sabe aquela música que quando escuta já remete a xadrez, casaco velhinho, touca e coturno? ” Pois bem, é isso!

Eu acho digno você ouvir essa playlist como se estivesse em um show de grunge lá em Seattle, pela mor.

São 15 músicas que fazem exatamente isso comigo e vão trazer esse sentimento para você: “Nirvana”, “Alice in Chains” e “Temple of The Dog” são alguns dos artistas da lista.

 

Sim, Kurt Cobain ficaria orgulhoso com tanto amor grunge que eu reuni aqui, viu? 😍

Mas a playlist também serve se você curte conhecer novos vícios, escutar músicas antigas ou simplesmente ama esse estilo. Agora vem ouvir todo esse love lá no Spotify e aproveita para me seguir também. E aí, o que achou da playlist? Conta para mim.

 

Playlist, Grunge e Anos 90. Tudo isso É Muito Supimpa Girl!

5 lições que aprendi com os clássicos aniversariantes de junho da Disney

by

O mês de junho foi tão magia Disney que precisava falar disso aqui, sério 

 

Se você viveu a sua infância entre os anos 80, 90 ou início de 2000, a probabilidade de ter assistido muita animação Disney em VHS é grande!

Acho digno você se preparar para a vontade de assistir esses clássicos na Netflix depois de ler esse post 

Já que alguns clássicos Disney que os meus pais alugaram para mim lá em “1990 alguma coisa” sopraram ou ainda vão soprar velinhas em junho, resolvi listar 5 lições que aprendi com eles.

1. O Rei Leão, 1994

“Quando o mundo vira as costas para você, você vira as costas para o mundo” – foi a frase dita pelo Timão que coloquei em prática ainda na infância numa vez em que ninguém quis ser a minha dupla no trabalho da escola, e sozinha tirei a nota mais alta da turma.

2. Lilo e Stitch, 2002

“Ohana quer dizer família, família quer dizer nunca mais abandonar, ou esquecer” –  foi a frase dita pelo Stitch que mostrou para mim que mesmo que não seja perfeita, a minha família é a coisa mais preciosa que tenho na vida.

3. O Corcunda de Notre Dame, 1996

“A minha vida toda você disse que o mundo era um lugar cruel e sombrio. Mas agora vejo que o que há de cruel e sombrio são pessoas como você” –  foi a frase dita pelo Quasimodo que me fez perceber que às vezes as pessoas dizem coisas com um único objetivo: machucar.

4. Toy Story 3, 2010

“O que faz o Woody especial é que ele nunca desiste de você. Nunca. Ele vai estar contigo para o que der e vier” – foi a frase dita pelo o Andy que mostrou para mim o quanto fui feliz com os meus brinquedos, e que sem eles a minha infância teria sido bem menos divertida.

5. Hércules, 1997

“Um verdadeiro herói não é medido pelo tamanho de sua força, mas a força de seu coração” – quando ouvi essa frase em Hércules percebi que a minha força para enfrentar as pessoas estava dentro de mim.

Sim, todas essas frases fizeram parte de momentos reais da minha infância ou da minha fase adulta, no caso de Toy Story 3 

Sabe quando você escuta um estalo imaginário saindo de dentro da sua cabeça, e te dizendo: é isso! É exatamente o que essas frases fizeram comigo. E aí, você tem algum clássico Disney que te ensinou algo? Conta para mim.

 

Disney, Infância e Frases. Tudo isso É Muito Supimpa Girl!

Lista do amor “Sessão da Tarde” para assistir na Netflix

by

Sessão da Tarde é a minha formação cinéfila e agradeço a Netflix pelo lembrete 

 

Nem preciso dizer que os clássicos que fizeram a minha infância noventa mais feliz moram no meu coração, mas não custa nada reforçar!

“Hoje é sexta-feira, dia de aprontar as maiores confusões, né non? ”  

Já que é assim, resolvi fazer uma lista do amor com alguns filmes novos no catálogo da Netflix e outros que são muito “Sessão da Tarde” para você assistir nesse fim de semana.

Já aviso que a probabilidade de você lembrar do tempo que era criança é muito grande nesse momento  

 

Tudo o que uma Garota Quer

Mudança de Hábito

Enquanto Você Dormia

As Patricinhas de Beverly Hills

Meninas Malvadas

Ela É Demais

Ninguém Segura esse Bebê

Batman – O Retorno

 

Aqui tem uma mistura maravilhosa de filmes dos anos 90 e 2000 que eu sempre assistia quando acabava o “Vale a Pena Ver de Novo” – socorro, meus cabelos brancos – e depois já emendava na Malhação. Ok, parei!

Eu recomendo que você comece com “Enquanto Você Dormia”, porque além de ser novidade no catálogo, tem a maravilhosa Sandra Bullock – rainha noventa – sendo incrível nesse filme.

Pela mor, “Tudo que uma Garota Quer” é aquele filme que toda a adolescente dos anos 2000 assistiu umas 46270 vezes e não custa ver mais uma vez.

Primeiro, “Mudança de Hábito” é tão Sessão da Tarde que foi exibida essa semana na Globo. Segundo, escrevo cantando: “I will follow Him…”, porque a cena final é demais. Fim.

Para fechar, “As Patricinhas de Beverly” voltaram para o catálogo no início desse mês, além de ser filme formação do meu caráter dá para fazer dobradinha com “Meninas Malvadas”.

E aí, qual é o seu filme favorito da lista? Conta para mim.

Sessão da Tarde, Filmes e Netflix. Tudo isso É Muito Supimpa Girl!

Precisamos falar sobre a série maravilhosa “The Goldbergs”

by

The Goldbergs é a série que todo fã dos anos 80 deveria assistir, sério 

 

Na verdade, não sei o porquê ainda não falei sobre seriado aqui, mas vou reparar esse erro agora mesmo.

A série The Goldbergs é inspirada nas experiências pessoais que Adam F. Goldberg viveu durante a sua pré-adolescência em “1980 alguma coisa”.

Ele é o típico nerd que ama Star Wars, De Volta para o Futuro, Indiana Jones, entre outros ícones da cultura pop, e a sua filmadora. Sério, queria ser BFF dele!

Já o seu irmão Barry Goldberg é aquele adolescente que tenta ser fodão – ele é o meu personagem favorito, socorro – mas não consegue, sabe?

Erica Goldberg é a irmã popular da escola – dona de um guarda-roupa perfeito – que toda garota gostaria de ser um dia.

Pela mor, Beverly Goldberg é a mãe que nenhum adolescente gostaria de ter – os melhores suéteres da vida são dela – mas ao mesmo tempo é a melhor mãe do mundo, entende?

Murray Goldberg é o pai que quando chega em casa só quer ficar de cuecas assistindo tevê – “moron” é seu mantra – que parece ser bravo, mas na verdade é um amor.

Por fim, Albert “Pops” Solomon é o avô fofo e Don Juan que dá vontade de apertar de tão legal que ele é.

No fim de cada episódio, sempre aparece um vídeo caseiro do verdadeiro Adam que tem ligação com a história que foi apresentada. Apenas, genial! 

 

Agora que você já conhece um pouco sobre os principais personagens, preciso dizer que o seriado é uma chuva de referência de vários filmes, séries e celebridades oitenta que amamos, porque já teve episódio inspirado em: Clube dos Cinco, Dirty Dancing, Curtindo a Vida Adoidado, De Volta para o Futuro, Star Wars, Madonna, George Michael…

Para mim é muito difícil falar qual é o meu favorito, então escolhi quatro, um de cada temporada. Acredito que você vai achar a referência logo no título, né non?

 

 

01×16: “Goldbergs Never Say Die! “

02×14: “Barry Goldberg’s Day Off”

03×17: “The Dirty Dancing Dance”

04×01:  “Breakfast Club”

 

The Goldbergs tem 4° temporadas e já foi renovada para mais duas! Vale lembrar que hoje a série tem uma das maiores audiências da ABC nas noites de terça, ficando atrás apenas de Grey’s Anatomy e Modern Family.

Outra coisa legal, é que a emissora já anunciou que está pensando em fazer um spin-off do seriado. A novidade é que a nova série irá se passar na década de 90 – socorro, já quero!

O criador da série original, Adam F. Goldberg, está ajudando a desenvolver a ideia, mas ainda não há previsão de estreia.

Infelizmente, a série não faz parte do catálogo da Netflix, mas é exibida no Brasil pelo canal Comedy Central Brasil 

Apesar de ser suspeita para falar, a série é uma das minhas favoritas e quando comecei a assistir “maratonei” duas temporadas em 1 mês. E aí, fiz você querer assistir? Conta para mim.

 

The Goldbergs, Séries e Anos 80. Tudo isso É Muito Supimpa Girl!