Projeto #5 | 12 Filmes em 1 Ano: Caindo na Real

by

Caindo na Real é aquele tipo de filme para deixar do ladinho do aparelho de blu-ray 💖

 

Muita coisa aconteceu neste segundo semestre, como bem vocês sabem, mas é claro que não me esqueci do projeto “12 Filmes em 1 Ano”.

“Querida, tudo o que tens na idade dos 23 é seres tu mesma. ” – Troy Dyer ✨

 

Não é exagero dizer que essa comédia romântica dos anos noventa é uma das minhas favoritas. E digo mais: se você tem entre 23 e 29 anos a chance de se identificar com as situações que o filme apresenta é muito grande.

Eu me lembro que sempre quis assistir esse filme, principalmente por conta do elenco e a Wino, minha musa noventa. Até que em um sábado à noite de tédio on, o canal TCM salvou a minha vida.

Caindo na Real aborda as expectativas, as angústias, as frustrações e os amores que faziam parte da geração de jovens dos anos 90 que acabava de sair da faculdade.

É impossível não se identificar com a Lelaina Pierce, interpretada por Winona Ryder, logo no início com o seu discurso de formatura:

 

“E eles perguntam-se, porque é que aqueles que estão nos vinte se recusam a trabalhar 80 horas por semana só para que possamos comprar-lhes os BMW’s.

Porque não estamos interessados na cultura que eles inventaram como se não víssemos a decadência da revolução deles por um par de tênis.

Mas a questão mantém-se. O que é que vamos fazer agora? Como podemos recuperar os estragos que herdámos?

Caros colegas, a resposta é simples.  A resposta é. Eu não sei. ” ✨    

 

 Vale mencionar, que durante o filme ela grava um documentário dos seus amigos, formado por fragmentos da personalidade e fatos que ocorrem na vida de cada um deles. A ideia é usá-lo como portfólio para o emprego dos sonhos.

As citações e os comentários irônicos, porém maravilhosos, de Troy Dyer, interpretado pelo Ethan Hawke fazem toda a diferença no enredo.

Eu tenho que admitir que ele é um típico filho da puta lindo da porra, vocalista de banda. Culpado pela nossa quedinha por caras com carinha de bebê que vão fazer a gente sofrer.

Mas mesmo assim o filme não seria o mesmo sem ele. Oh só:

“Alô! Acaba de ligar para o nosso ‘Inverno de descontentamento’. ” ✨

 

Como eu citei lá encima, Caindo na Real mostra assuntos daquela recém-criada geração, e que também fazem parte dessa nova realidade dos jovens, como: gays, AIDS, sexo casual, carreira, alienação… Ou seja, tudo que o que você pode vivenciar quando termina a faculdade.

É Aquela fase que você não é adulto ainda, mas também não é mais adolescente e que não é porque você foi um bom aluno, que a sua vida profissional está garantida no mundo real.

AAAAH, não posso deixar de mencionar uma das minhas cenas que definem algo que um dia irei fazer.

Pedir para o dono do mercado aumentar o volume para poder a cantar e dançar a minha música favorita com os meus amigos.

“My, my, my, aye, aye, whoa! M-m-m-my Sharona” ✨

 

Já que eu falei de música, a trilha sonora de Caindo na Real é a cara dos filmes dos anos 90, repleta de canções e bandas que definem a maravilha que é o longa. As minhas favoritas são Stay (Lisa Loeb) e All I Want is You (U2).

A principal lição que aprendi com esse clássico noventa é que a pior coisa que você pode fazer consigo mesmo é viver baseado na sua expectativa de vida perfeita.

E a resposta é simples é porque somos imperfeitos e não podemos ser forçados a viver uma vida que não corresponde à nossa realidade. E aí, consegui fazer você quer assistir? Conta para mim.

*Não autorizo outras blogueiras realizarem o projeto “12 Filmes em 1 Ano”. Pelo amor, vamos respeitar a blogosfera. 

Projeto, Caindo na Real e Anos 90. Tudo isso É Muito Supimpa Girl!

0
Comentários
  • Bruna Baez
    dezembro 19, 2017

    Nossa, nunca assisti! Pensei que fosse graduada em comédias românticas, kkkkkk. Já pus na lista, vou assistir em breve! Beijos, linda!

  • Paola
    dezembro 19, 2017

    Todo dia vc me traz um filme “novo”. Como assim eu nunca vi esse filmeeeee.. quero pra ontem, já vai pra minha listinha!!

    Projeto lindinho!!
    Um beijo!

  • Thainá Christine
    dezembro 23, 2017

    Oii!
    Ainda não conhecia o filme, mas eu adoro uma comédia romântica, então com toda certeza eu colocarei na lista para assistir em breve. Adoro ver o Ethan Hawke, o que já é mais uma motivação, hahaha.

  • Mari
    dezembro 24, 2017

    Parece ser um filme muito legal. Acho que iria gostar, também amo esse tipo de comédia romântica dos anos 90.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

  • milca abreu
    dezembro 26, 2017

    como que eu nunca vi esse filme?
    parece ser nuito bom ainda mais que comedais romanticas dos anos 90 são em sua maioria muito boas <3

  • Vickawaii
    dezembro 27, 2017

    Já tinha ouvido falar desse filme e está na minha lista faz tempoooo! Primeiro por motivos de Winona <3 segundo porque parece que eu estou eternamente naquela fase de "jovem adulta" do The Sims hiuahua. Seu post me deixou só com mais vontade de ver <3

  • Ane Carol
    dezembro 27, 2017

    Sabe aquele filme que você sempre quis assistir devido a uma detalhe que você viu,mas nunca soube o nome? Pois bem esse é desses filmes e a primeira frase que você citou foi o que me chamou a atenção a primeira vez que a vi lá pelo Tumblr. Obrigada pela dica vou ver se encontro pra ver depois.

  • cintia de melo e souza
    dezembro 28, 2017

    vivi, fiquei com muita vontade de ver o filme. real haha eu AMO me identificar com o s filmes, principalmente esse filmes mais “vida real” mesmo. Fora que um elenco é um elenco
    Já ta no torrent hehe <3

O que você acha?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *